segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Posse Responsável

Não gosto muito de orkut, mas às vezes entro para ler posts, em busca de algo interessante. É muito raro opinar, pois parece-me perda de tempo; tudo que eu pudesse dizer já foi dito ou alguém mais vai dizer com mais propriedade... Enfim, muitas vezes entro nas comunidades que tratam de gatos e cachorros, e vejo com satisfação o conceito de Posse Responsável estar sendo propagado. Pelo menos para isso, orkut serve!

Posse Responsável:
  • cuidar bem da alimentação do seu pet - o que significa que se deve dar sempre a ração da "melhor" qualidade possível (claro que nem todo mundo pode comprar ração que custa mais que a cota humana de alimentos por mês) em quantidade e frequência recomendada pelos veterinários.
  • cuidar bem da saúde do seu animal - o que significa que ele tem que consultar o veterinário, no mínimo, anualmente, para um check up geral e vacinação e vermifugação. Se ele apresentar qualquer anomalia comportamental ou física, não tentar medicar por conta própria e muito menos esperar por palpites de "entendidos", mas procurar imediatamente um veterinário de confiança.
  • cuidar bem da segurança do seu animal - o que significa que o seu pet deve ficar confinado dentro da sua casa, só saindo para as ruas sob guarda dos seus donos, na coleira e corrente (caso de cães) ou na caixa de transporte (caso de gatos) e, em caso de cães bravios ou de raça reconhecidamente agressiva, com focinheira. Em caso de viagens ou passeios de carro, jamais permitir que se coloque a cabeça para fora da janela. Se for gato, somente dentro da caixa de transporte.
  • CASTRAR - os seus pets têm instinto sexual que é totalmente dependente dos hormônios; e na fase reprodutiva, eles não têm controle algum sobre o seu comportamento, e tentarão cruzar a qualquer custo se sentir a proximidade de um par do sexo oposto. Isso é verdadeiro tanto para bichos soltos como os confinados em apartamentos no vigésimo andar. Se cruzarem, deixarão descendentes que terão de encontrar respectivos donos... E a população desses animais domésticos excede e muito a capacidade de absorção responsável dos humanos. Mas se não cruzarem, ficarão agressivos ou infelizes e deprimidos, poderão destruir o seu espaço (isto é, a casa do dono onde vive), demarcarão território com urina malcheirosa para desespero dos donos. A solução é a cirurgia de extração de glândulas sexuais, ou seja, castração. Sem hormônios, eles não "saberão" o que é cruzar, serão por toda a vida como filhotes assexuados, sem prejuizo da sua personalidade e capacidades.
Tanto cães como gatos bem cuidados podem viver bem mais que 10 anos, alguns atingindo idades em torno de 20 anos; então o compromisso dos guardiães desses animais de estimação tem prazo bem longo. E como ninguém consegue acolher animais indefinidamente sem comprometer a integridade emocional de todos (humanos e animais), o controle populacional desses animais se torna imperiosa. Não haverá perigo de colocá-los em extinção, já que sempre haverá criadores que disponibilizariam o seu plantel, e todos os indivíduos animais teriam chance de uma vida digna e cheia de amor.

O problema que aqui vejo... e que muitos protetores não enxergam, ou não têm respostas, é que os princípios da Posse Responsável são às vezes impraticáveis ou muito difíceis de se praticar... Há pessoas amantes desses animais que bem gostariam de dar todo o conforto e segurança para os seus animais como reza a cartilha da Posse Responsável, mas, sujeitas às limitações tais como: não têm condições econômicas o suficiente para bancar todo o custo que um pet demanda; moram em residências alugadas podendo mudarem-se para espaços mais reduzidos; moram em zona rural, sem condições de telar todas as possíveis aberturas para fuga; moram em pequenas cidades sem veterinários ou até mesmo sem lojas de ração para pets ou farmácias veterinárias... O absurdo é que tenho visto algumas "protetoras" afirmando no orkut que essas pessoas deviam se abster de acolher animais. E aí, pergunto: essas protetoras recolheriam todos esses animais que não foram adotados, por que os candidatos a serem seus guardiães são pobres ou por que moram em zona rural ou longe dos grandes centros urbanos?! Tenho certeza de que essas "protetoras" extremistas são minoria. É infinitamente melhor acolher um animal abandonado, dar-lhe abrigo, amor e alimento - ainda que não ideal - do que deixá-lo ao relento, correndo mil perigos, morrendo de solidão, fome, doenças e desamor. Nessas circunstâncias, é melhor o mínimo do que nenhum cuidado!

Muitos protetores e voluntários dedicam suas horas para conscientizar a população local sobre os princípios acima, e colaboram ao máximo com os donos, atuais ou futuros, a castrar os seus animais. Vários veterinários fazem campanhas individuais de castração a preço de custo, também. E cada vez mais prefeituras se engajam nessas campanhas de castração a preços simbólicos ou a custo zero.

Mas, para que os problemas de super-população e consequente abandono e ou maus tratos dos animais tenham uma solução definitiva, acredito que os poderes públicos devem tomar a dianteira dessa missão.

O executivo deve prestar o serviço de castração e cadastramento em todo o território nacional; o legislativo deve promulgar leis que tornem a castração obrigatória (com exceção dos "criadores", sujeitos a cadastro próprio e licenças especiais do IBAMA) assim como o implante de microchips em todos os animais; o judiciário deve aplicar a Lei de Crimes Ambientais - Art. 32 com rigor exemplar.

E a sociedade civil terá de fazer mais também. Se todos os porfessores de ensino fundamental e médio assumissem para si a tarefa de incluir aulas sobre Posse Responsável, se as indústrias voltadas a pets devotassem parte dos seus imensos lucros nessa educação e na distribuição de vacinas, vermífugos e rações de boa qualidade mais baratas... Ha! acho que já comecei a delirar, rs.

Mas, seria um mundo tão melhor se tudo isso acontecesse...

NÃO COMPRE PETS, A D O T E ! ! !

Nenhum comentário:

Agora são...

Links:

Abaixo listo alguns links que visito com freqüência e ou gosto bastante por trazerem informações sempre úteis, críticas e conscientes.

- Cidadania, Política e Consciência Crítica:
. Congresso em Foco: O dia-a-dia do nosso Congresso Nacional;
. Observatório da Imprensa: Olhar crítico sobre a mídia
. Transparência Brasil: Política e políticos sob lente de aumento;
. Deu no Jornal: Banco de dados da corrupção no Brasil;
. Opinião e Notícias: Um jornalismo alternativo, de orientação liberal;
. Montbläat: Um jornalismo independente na net;
. Alberto Dines: Opinião deste isuperável jornalista em blog;
. Escritos Infames: blog do Teócrito Abritta, ambientalista, fotógrafo e escritor;
. Náufrago da Utopia: blog do jornalista Celso Lungaretti, ex-guerrilheiro dos anos de ditadura e eterno combatente das injustiças sociais;
. Humberto Laudares: blog muito lúcido sobre política e economia;
. Direitos Fundamentais: blog do George Marmelstein Lima, focando principalmente a filosofia do direito;

E as leis que devem fazer parte do nosso dia-a-dia:
. Código de Defesa do Consumidor: Lei Federal 8.078;
. Estatuto da Criança e do Adolescente: Lei Federal 8.069
. Estatuto do Idoso: Lei Federal 10.741;
. Lei de Crimes Ambientais: Lei Federal 9.605 (atenção para o artigo 32 que estabelece pena de detenção e multa para maltrato de animais!).

- Meio Ambiente:
. SOS Mata Atlântica: ONG com ações concretas e eficientes para salvar a Mata Atlântica;
. Greenpeace Brasil: ONG bastante atuante na defesa do meio ambiente e animais em perigo de extinção (embora meio fanática e agressiva...);
. Planeta Sustentável: portal de Abril e seus patrocinadores, com artigos e dicas para exercício de cidadania ecologicamente sustável;
. Envolverde: muito bom portal sobre meio ambiente e consciência verde;
. Portal das Energias Renováveis: tudo sobre o mundo da energia;
. Sustentabilidade: ambientalismo focado como negócio.

- Animais de Estimação e Proteção Animal:
. Saúde Animal: bastante útil para começar a entender os nossos animais de estimação e cuidá-los bem (cães, gatos, ferrets, aquarismo, etc);
. ANDA: Agência de Notícias de Direitos Animais - e-jornal em defesa dos animais;
. PEA (Projeto Esperança Animal): OSCIP com site bem detalhado sobre proteção animal e campanhas em todo o território nacional, sediada na Grande São Paulo;
. Beco dos Gatos: tudo sobre gatos, esse fantástico mas injustiçado animal de estimação;
. Gatos do Rio: mais informações sobre gatos, e adoção responsável dos gatos do Rio de Janeiro.
. Adote Um Gatinho: ONG semelhante a Gatos do Rio, porém sediada em São Paulo, SP.

- Culinária:
. Livro de Receitas: um dos sites com maior quantidade de receitas que já vi, para todos os gostos;
. Guia Vegano: receitas, ecologia e proteção animal - tudo num lugar só!
. Receitas Vegan: boas receitas para quem não pretende consumir proteína animal;
. Receita Passo a Passo: blog do Beto, um chef tão caprichoso nos seus posts que é impossível vc errar seguindo as suas receitas, simples mas super saborosas;
. Cantinho Vegetariano: blog da Elaine, onde se encontram excelentes e maravilhosas alternativas culinárias para quem precisa ou deseja deixar de comer carne e derivados.

- Laser, Entretenimento, Conhecimentos Gerais:
. AMG: o mais completo banco de dados sobre música (praticamente todos os estilos internacionalmente conhecidos) - em inglês;
. IMDB: tudo sobre o mundo de cinema - em inglês;
. Observatório: blog de astronomia, com belas fotos do mapa celeste;
. National Geographic: dispensa apresentação; este é original - em inglês;
. SuperInteressante: versão online da revista do mesmo nome;
. É Triste Viver de Humor: blog do Marcelo de Andrade, com charges de humor;
. Terceira Via Verdão: site mantido por torcedores do Palmeiras; eu não sou palmeirense, mas há excelentes artigos sobre o mundo do futebol;
. Futebol & Negócio: blog de vários colaboradores, focando o futebol como indústria do entretenimento.

Ocorreu um erro neste gadget